14 de dezembro de 2011




Banda: Nightwish
Álbum: Imaginaerum
Ano: 2011
País: Finlândia
Estilo: Operatic/Symphonic Power Metal
Metallum

link in comment
link no comentário

Outro nível musical. Um álbum feito para a linda voz Anette Olzon. Temática mais perfeita que existe: Saber conta uma boa história. Tuomas Holopainen é gênio e soube ousar dosando todos os elementos que encontra-se nos álbuns anteriores da banda.



Marco Hietala continua fazendo alegria da galera, ele faz a introdução em finlandês, participa primalmente em todas as faixas com uma voz bem diversificada, poderosa e essêncial para todo o álbum. Emppu Vuorinen ficou mais experiente, suas linhas estão mais completas, complexas e melódicas, gosto muito da forma como ele toca. Jukka Nevalainen ficou menos explosivo, mas gahou uma medótica e progressiva bateria no álbum.



Sem mais porque nunca ouvi nada igual. A banda retorna com força total mostrando que existe vida depois de Tarja. Passará vários anos até outra banda ou mesmo o Nightwish fazer um CD do mesmo nível que "Imaginaerum". Obra de arte musical.

Dedico esse álbum ao Gunther que completou ano semana passada e ao Luís Miller que completou ano essa semana.




Antes de comentar marque a caixa 'Publicar no Facebook' por favor!

11 comentários:

Pikachu Sama disse...

DOWNLOAD

DOWNLOAD INSTRUMENTAL ALBUM

Paulo disse...

muito bom album XD

joao roberto disse...

Na epoca da Tarja os albuns eram excelentes agora no maximo são bons! realmente um bom album, instrumental fantastico, a historia tdo muito bom, mas o vocal! Olha não sou radical, até acho a voz da Anette legal, mas não vira, infelimente o tesão que eu tinha ao ouvir no nightwish acabou qdo a Tarja saiu, ouvi o album e em cada faixa imaginava como seria na voz da Tarja.

MÅ®løn MÅt˵§ - [√.ΐ.Þ]™ disse...

As pessoas sempre comparam ela a Tarja, e ela ajudava nisso pois cantava músicas da época da Tarja...

Creio que esse album irá acabar parcialmente com isso, ele é ótimo e não ha como comparar com os anteriores, é músicalmente diferente...

Eu gostei muito!

Esse vai pros melhores do ano ;)

_____

Postar o Album é fácil, mas postar mais um album Instrumental? só o DoS mesmo ;D

Mick disse...

a proposta da banda ainda continua a mesma depois da tarja,nada inovador,o anterior é ate melhor q esse.
É mais um disco de 2011 e nada mais q isso.

Anônimo disse...

Não sei se sou só eu,mas por mais que o cara tenha sido criativo e inovador,ESSE ALBUM ESTÁ UM SACO.Não consigo ficar empolgado com nenhuma faixa.A menos sacal é Realm Calm ( nem me lembro se o titulo é esse ) mas infelizmente vou ter que esperar mais alguns anos pra ver se o NW pode retornar realmente com algo excepcional.Não pela Anette.Sou fã dela desde Alyson Avenue,mas cá pra nós;esse album não tem o PODER dos anteriores.( fase Tarja ).E honestamente ninguém confessa mas pensa a mesma coisa.

joao roberto disse...

Falou tdo Anônimo faltou "PODER" algo excepcional novamente só se a Tarja voltar, ou surgir uma nova vocalista que se encaixe realmente no que era o Nightwish

paulo diamond disse...

olha eu vou falar o q todo mundo sente,mais não tem coragem de falar, não há mais alma nessa banda a banda esta seca sem graça por mais que eles tequem muito falta um vocal lirico essa é a cara do nw não tem jeito se ao menos o marco fizesse os vocais paciencia

Boscobass disse...

Putaqueparivelmente fodastico! Boba da pexte! eita diacho!

Boscobass disse...

Rapaz, escutei o album todo várias vezes, sou muito crítico em relação essa nova fase do NW, mas esse novo album me surpreendeu... Gostei muito!
Todos querem comprar a Anette com a Tarja, são estilo bem diferentes
é isso que o Nightwish está fazendo agora... Muito bom!

Sebastião disse...

acho que bandas tem suas fases e sempre mudam quando entra um novo integrante, quando o Bruce saiu do Iron Maiden e entrou o Blaze ficou diferente não ficou o Maiden que era, mas com o retorno do Bruce acho que sairam do que eles fazaim para uma fase progressiva que ficou legal, mas a quetão é que perderma a linha que tinham, fazer o quê, hoje música é assim.