10 de novembro de 2010




Banda: Star One
Álbum: Victims of the Modern Age
Ano: 2010
País: Holanda
Estilo: Progressive Metal/ Rock Opera
MySpace

link in comment
link no comentário

Arjen Anthony Lucassen. Esse homem é praticamente uma religião para mim. Hoje explico porque afirmo isso. Esse nome começou ganhar alguma importância nos anos 80, quando tentou ser vocalista de uma banda chamada BODINE, mas como sabemos, ele não não canta nada! E como era fã confesso da banda usou sua guitarra como desculpa para entrar nela, onde tocou ate 1984. Uma banda chamada VENGEANCE convida ele para tocar com eles, como andava com pouca grana aceitou o convite, onde tocou até 1992. A diferença do BODINE para VENGEANCE era que o último, Arjen tinha mais liberdade para compor. Em 1993 numa frustrante carreira solo, lança um cd que é quase impossível de se encontrar, vendeu quase nada...

Ele sempre foi influenciado pelo rock/metal progressivo, principalmente Pink Floyd e The Who. Em 1995 ele diz que teve um encontro com seres de outro planeta! Rsrsrs! Brincadeira! Nessa época ele teria algo grandioso na cabeça e dá forma para o que conhecemos como "The Final Experiment" o nome já diz tudo: Experiência Final. O resto da história é o seu adágio conhecido, subiu ao trono com AYREON e entre andamentos conta ainda com AMBEON, STREAM OF PASSION (atualmente desvinculado), GUILT MACHINE e ainda o projecto do qual lança novo álbum a 26 de Outubro de 2010, falo de STAR ONE e do seu recente trabalho "Victims Of The Modern Age".

O Star One nasceu em 2002 com álbum "Space Metal" nome deriva da série Inglesa Blake’s 7 que esteve no ar nos anos 70/80 e todas as músicas que o compõem derivam de filmes e séries de Sci-Fi daquela época, como por exemplo ‘Star Trek’ e ‘Stargate’. Arjen em quase todos os seus projetos deixa evidente o seu gosto por ficção científica.

A temática do novo "Victims Of The Modern Age" segue na mesma linha do anterior, ficção científica por todos os poros! Desta vez as músicas pairam pela terra! Por exemplo a música que dá nome ao álbum foi inspirada no filme ‘Laranja Mecânica‘ (A Clockwork Orange) de Stanley Kubrick, a faixa ‘24 Hours‘ sai do filme em PT Nova York (Escape From New York) de 1997, a faixa ‘Cassandra Complex‘ do filme ‘Doze Macacos’ (Twelve Monkeys) de Terry Gilliam, a faixa ‘Human See, Human Do‘ imagine-se, inspirada no filme ‘O Planeta dos Macacos’ (Planet of the Apes).

Nos vocais estamos novamente diante Russell Allen, Damian Wilson, Dan Swanö e Floor Jansen. O álbum conta ainda com participações especias de Tony Martin, Mike Andersson e Rodney Blaze. Eu preciso apresentá-los?

O álbum está bem pesado, bastante interpretativo, mas não sua obra suprema, não posso dizer isso, nunca direi. Enquanto esse homem for vivo, sempre esperarei algo diferente em seus projetos. Arjen é a melhor coisa que já encontrei nessa linha musical, ele foi causador de eu gostar de Prog Metal e principalmente apreciar música profundas e com teor expressivos. Mais uma vez surpreendeu como sempre faz. Esse post irá para Ana com certeza, ela adorou o álbum e me deu dicas valiosas sobre ele! Um grande lançamento que tenho orgulho de postar! Que 2010 não termine, pois estamos diante de um dos melhores anos para o Metal!






Antes de comentar marque a caixa 'Publicar no Facebook' por favor!

5 comentários:

Pikachu Sama disse...

COMENTE!!

Download

Cícero disse...

Uuurrruuuu....
Fuckin´ Wonderfull

Descendo...

Stay True

Anônimo disse...

OMG...holy shit!!!!! baixando sem mais delongas.....\o/

Barbacena disse...

Star One é o melhor projeto do Arjen...

Ana Karoline disse...

Perfeito, perfeito!! T.T