14 de junho de 2011




Banda: Morbid Angel
Álbum: Illud Divinum Insanus
Ano: 2011
País: EUA
Estilo: Death Metal
Metallum

link in comment
link no comentário

Grupos como Venom, Mercyful Fate e Slayer podem ter fundado o death metal no começo dos anos 80, mas não foi antes de discípulos como o Morbid Angel virem no final da década que o gênero foi levado ao seu nível mais extremo, tanto musicalmente como liricamente.

Formado em 1984 na Flórida, Estados Unidos, o Morbid Angel (junto com o Death) seriam pontas de lança num eventual movimento de death metal em seu estado natal, que incluiria notáveis como Deicide e Obituary, junto com inúmeros outros. Desde seu princípio, o líder do grupo foi o guitarrista/compositor Trey Azagthoth, que teve êxito em fazer com que o Morbid Angel mantivesse os princípios durante inúmeras tendências musicais durante sua carreira.

Pelo caminho de seus primeiros lançamentos, “Altars Of Madness” de 1989 e “Blessed Are The Sick”, de 1991 (o último sendo considerado por muitos um lançamento marco no gênero do death metal), a formação da banda consistia de Azagthoth, do vocalista/baixista David Vincent, do guitarrista Richard Brunelle, e do baterista Pete Sandoval. Com Brunelle saindo do grupo logo em seguida e sendo trocado por Erik Rutan, o Morbid Angel encontrou o que seria a formação mais duradoura de sua carreira, exibida em álbuns como “Abominations of Desolation”, de 1991, “Covenant” de 1993, “Domination” de 1995, e o in-concert “Entangled In Chaos” de 1996, antes de Vincent pular fora do barco e ser trocado por Steve Tucker.

A formação liderada por Tucker durou por um par de lançamentos, “Formulas Fatal To The Flesh” de 1997 e o “Gateways To Annihilation” de 2000, antes de ser trocado pelo ex-vocalista/baixista do Hate Eternal, Jared Anderson. O Morbid Angel passou o verão de 2001 fazendo turnês por arenas nos EUA junto com o Pantera e o Slayer como parte da turnê multi-bandas Extreme Steel Tour.

Em 6 de junho de 2011 a banda lançou o álbum Illud Divinum Insanus na América do Norte. Este disco marca a volta de David Vincent a banda. É o primeiro álbum do grupo sem contar com o baterista Pete Sandoval, que, por causa de uma operação, não participou das gravações. É, também, o primeiro registro do novo guitarrista Destructhor nos estúdios (Greg Prato, All Music Guide).

Uma obra de arte musical, eu sou um fanático por Death Metal, apesar de não postar muita banda, começo a pensar que depois desse cuidarei melhor desse estilo tão devastador chamado Death Metal. Perfeito demais Morbid Angel, mega lançamento!





Antes de comentar marque a caixa 'Publicar no Facebook' por favor!

6 comentários:

Pikachu Sama disse...

DOWNLOAD

MELKOR disse...

Hummmmm, respeito sua opinião Pikachu, e agradeço por tantos post, mas eu não concordo em quase nada com o que disse, acho este disco decepcionante, esperava muito mais do morbid angel.....e aguardem que vem surpresa no krisiun tbm., mais lento.... já estou avisando.!!

forte abraço

Melkor

nenhudo disse...

Esse album do morbid angel é uma verdadeira piada e uma falta de consideração a nós fãs que tivemos que aguardar 8 anos por um novo lançamento e sinceramente preferia que não tivessem lançado nada.
pô MELKOR vc me deixou assustado agora! o krisiun tmb????? pelo menos o hate eternal lançou um album destruidor!

Anônimo disse...

tá uma bosta mesmo

Melkor disse...

krisiun, mais lento.mais arrastado, esqueça os conquers da vida!!é a tal evolução!!

até Melkor

Pikachu Sama disse...

Meu deus, só eu que gostei? rsrsrs! Até em sites especializados o álbum vem sendo detonado! Bem, Melkor e Nenhundo são melhores que eu nesse quesito de bandas mais extremas...mas continuo com a minha opiniao, é um otimo cd!