15 de abril de 2011




Banda: Rhapsody of Fire
Álbum: From Chaos To Eternity (17 de June 2011)
Ano: 2011
País: Itália
Estilo: Symphonic Power Metal



Calma! Calma! Não é o Full, mas apenas uma novidade dupla que saiu hoje pela manha. Primeiro foi a entrada do Guitarrista Tom Hess (ex -HolyHell) e a distribuição gratuita da faixa “Aeons Of Raging Darkness” que simplesmente demonstra que está vindo nesse novo e último álbum de uma das sagas mais impressionantes que o Power Metal já viu em sua existência. Eu achei muito boa a música. Boa Noite e deixo uma pequena frase para os inimigos que andam perseguindo o Dos, lembre-se: quem te odeia na verdade quer estar no teu lugar...






Antes de comentar marque a caixa 'Publicar no Facebook' por favor!

6 comentários:

heliolima2011 disse...

cd é da hora

BRuno disse...

Essa música é esquisita... ao mesmo tempo que é puro Rhapsody, não tem nada a ver com o Rhapsody ... esse vocal "rasgado", apesar de bom, ficou esquisito... mas foi um bom aperitivo para o novo CD ... aguardo-o mais que o que novo do Neal Morse.

NOSBOR777 disse...

Qualquer um que testemunhou o surgimento do Rhapsody na época , reconhece muito a falta de versatibilidade e dominio unico em seu próprio estilo de uns tempos pra cá , infelizmente a banda não é mais a mesma , podendo logo logo se afundar nos 'MetalCore' da vida !!!

Aos poucos fui descobrindo que o grande Rhapsody que eu idolatrava , veio a se tornar Luca Turilli solo , sou fã desse cara , e é claro sem esquecer do grande Fabio Lione em projetos mais interessantes do que o proprio Rhapsody of Fire recente .

Glory is Legendary Tales .

Dadinho disse...

Rhapsody tem sido meu vício bom ultimamente. Já tinha lido lá no site deles a respeito desse álbum,
estou ansioso!

Quanto aos "inimigos" do Discipline,
só digo uma coisa: Façam melhor se forem capazes! rss. É isso aí.

†André† disse...

Sobre o Rhapsody virar um Luca Turilli eu acho que e meio difícil.

O Alex não vai deixar =)

Hoje em dia, Symphonic Esta saturado, Não muita novidade mesmo se tratando de bandas de grande porte como o Rhapsody.

Agora e inovar, mesmo que os fãs não gostem. Mais se eles continuarem nessa linha vai continuar bom como sempre.

NOSBOR777 disse...

Brother †André , Não me referi ao Rhapsody virar um Luca Turilli , e sim o contrário . Percebe que a proposta inicial da banda se encontra continuada nos trabalhos do Luca Turilli (com exceção da tematica quase), e o Rhapsody aos poucos se alterando , ficando mesmo saturado.

Vamos aguardar o lançamento do album para mais considerações .

Sobre os 'inimigos do discipline digo uma coisa' SE VOCE NÃO É DO METAL , NÃO É MEU AMIGO .